quarta-feira, 7 de abril de 2010

Epicadus heterogaster


Bom galera!!! E aí, tranquilos? De pouquinho em poquinho estamos voltando a atualizar com mais frequencia o BLOG, que ultimamente estava meio que abandonado, jajá voltamos ao ritmo que estávamos no ano passado. Eu, em nome de TODOS colaboradores do AHB peço desculpas pelo tempo sem postagens e pelo fato de dificilmente respondermos aos comentários deixados nas postagens.

Eu pelo menos prometo que responderei com muito carinho daqui para frente, só faço uma ressalva, os comentários como - "Onde consigo uma?"," onde compro?", quanto custa?" serão ignorados. O AHB é um BLOG informativo e não fazemos comércio.

Bom, vamos falar sobre o que realmente interessa, as nossas amadas aranhas.

Como agente tá sempre falando sobre caranguejeiras resolvi postar um pouquinho sobre as araneos, e como amo as espécies da Familia Thomisidae, resolvi escrever um pequeno texto sobre a minha espécie preferida da familia e também uma das espécies mais lindas, E. heterogaster.

As informações abaixo foram reunidas de fontes da net, livros e observações pessoais, enfim resumi em um testinho curto apenas o pertinente, retirei a maior parte das informações do livro Ecologia e Comportamento de aranhas, dos autores Marcelo O. Gonzaga, Adalberto J. Santos e Hilton F. Japyassú, da chave de Id. de Araneomorphae de Antonio D. Brescovit, Cristina A. Rheims, & Alexandre B. Bonaldo, e do livro do Kleber Del Claro, Uma introdução ao comportamento animal.

Aqui vai um link para a chave:


E aqui o link para o livro do Del Klaro:


O livro Ecologia e comportamento das aranhas não existe em formato digital, mas é bibliografia obrigatória para os amantes dos aracnídeos. Pode ser encontrado no link que vou postar a baixo por 91 reais, mas acho que se pesquisarem acabam achando mais barato





Pertencente a família Thomisidae, Epicadus heterogaster é uma linda e curiosa aranha, atinge aproximadamente 4 cm e sua coloração pode variar, existindo 3 padrões conhecidos; branco, amarelo e lilás.

Assim como muitas aranhas araneomorfas possui um abdome de formato peculiar, com estruturas proeminentes chamadas de tubérculos dorsais, nas extremidades de cada uma dessas estruturas observa-se pequenas marcas negras.

As patas anteriores são claramente mais compridas e grossas que as posteriores, os tarsos não possuem escópulas nem fascículos unguinais, o opistossoma é mais largo no seu terço posterior que no anterior. Na região do tubérculo ocular observa-se duas faixas negras, o que contribui ainda mais com o aspecto misterioso do animal. Ainda na região do tubérculo ocular observam-se 8 olhos.

Trata-se de uma animal diferente, extremamente interessante, chama a atenção até mesmo de quem não gosta ou tem aversão a aranhas, lembro que em uma ocasião fui chamado por um dos funcionários da reserva onde trabalhei, de pronto ele disse - "vem ver essa aranha albina" - ; quando fui conferir me deparei com um lindo exemplar de E. heterogaster. Expliquei a ele que não se tratava de um animal albino, mas sim de uma animal branco. Em outra ocasião fui chamado pela vizinha, " - Vem ver, uma aranha rosa!!!"- rsrsrs. Essas foram apenas algumas das vezes que tive a oportunidade de me encontrar com a espécie, aqui em Campinas ela é bem comum, basta observar com um pouco mais de atenção em determinados jardins, que vc acaba encontrando uma perdida, no entanto, em todas as ocasiões em que observei a espécie ela estava em uma flor ou sobre uma folha, o que demonstra comportamento de forrageamento com associação especifica.

O que a torna especial entre a outras aranhas não é apenas o seu formato e coloração, mas sim o motivo pelo qual a evolução levou a espécie a adquirir essas características. Em um estudo desenvolvido por J. vasconcelos Neto e colaboradores, foi verificado que as fêmeas de E. heterogaster apresentam fluorescência em luz U.V (337.1 nm) com pico de emissão na região azul (45-500 nm).

Assim, graças a seu formato peculiar e a característica de fluorescência E. heterogaster assemelha-se a uma flor, no ponto de vista dos insetos, que enxergam o mundo através de espectros de luz U.V e que visitam flores que refletem esse comprimento de onda justamente para atrai-los a aranha é invisível, mais que isso, assemelha-se a um recurso alimentar.

Sua capacidade de semelhança com a flor ante a visão dos insetos vai além da capacidade de fluorescencia, chega a ser reproduzida até mesmo nos movimentos da aranha, que ao delocar-se, faz de maneira lenta e semelhante as flores balançando ao vento. Quando parada, fica com as patas em posição especifica, imitando as anteras das flores.

Assim, estratégicamente, permanecem em flores de acordo com seu respectivo padrão de coloração, apenas aguardando serem visitadas por uma abelha por exemplo, e no momento em que o desavisado heminoptero pousa a procura do pólen que a inofensiva flor deveria oferecer, a thomisidea ataca e imobiliza a preza, devorando-a.

Trata-se de uma das estratégias mais curiosas de caça empregadas no mundo animal, mostrando novamente toda a beleza e esplendor do mundo das aranhas.

[chel.jpg]por Theraphosidae

7 comentários:

  1. essas aranhas possuem algum tipo de veneno perigoso aos humanos??

    ResponderExcluir
  2. O livro do Del Claro é muito bom e trata a questão de comportamento animal de uma forma prazerosa.

    ResponderExcluir
  3. A mais de 1 ano quando encontrei a primeira aranha flor, tenho ficado atento e já avistei mais de 10 e a cada uma que vejo, meu fascínio pela espécie só aumenta!!

    ResponderExcluir
  4. Ótimas informações! Recentemente me deparei com uma dessas em Paraty-RJ, em cima de um ramo florido de gervão (Stachytarpheta sp)e graças a esse site, pude identifica-la. Segue o registro abaixo

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1491923807532625&set=a.871441382914207.1073741860.100001450614022&type=3&theater

    ResponderExcluir

Aracno Hobby Brasil é um blog destinado a divulgar e repassar o conhecimento adquirido, seja por pesquisa ou prática.
Não comercializamos animais. Obrigado pela visita.